Conheças nossos combos e pacotes promocionais!

CLIQUE E CONFIRA
1,6 milhão 01/09/2016 - 09h28

INSS começa a chamar segurados para revisar benefícios

Cerca de 1,1 milhão de aposentados por invalidez com idade inferior a 60 anos e 530 mil beneficiários com auxílio-doença passarão por exames de avaliação
Compartilhar

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deu início a convocação de 1,6 milhão de segurados para revisão de benefícios de auxílio-doença e invalidez, nesta quinta-feira, 1. Cerca de 1,1 milhão de aposentados por invalidez com idade inferior a 60 anos e 530 mil beneficiários com auxílio-doença passarão por exames de avaliação.

De acordo com o Ministério da Previdência, os segurados serão chamados por meio de carta para a execução da perícia médica. Ao receber a carta, eles terão cinco dias úteis para agendar a perícia, através da central de teleatendimento 135. Os beneficiários em localidades não atendidas pelos Correios ou com domicílio indefinido, ao chamado será realizado pelo edital publicado em imprensa oficial.

Os segurados não precisam comparecer ao INSS antes de serem convocados. Além disso, os benefícios serão suspensos se os beneficiários não atendam à convocação.

Nesse caso, a reativação apenas será possível mediante o comparecimento do beneficiário e o agendamento de nova perícia.

 

Redação O POVO Online 

> TAGS: inss
Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

O POVO Online

Participe desta conversa com @opovoonline

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Economia

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Instagram (API-USER)

Erro: 'data'
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google

O POVO Economia