Conheças nossos combos e pacotes promocionais!

CLIQUE E CONFIRA
Investigação 18/07/2016 - 14h35

Correios podem pagar até R$ 11 milhões por atraso e extravio de correspondências

O Procon Fortaleza notificou a empresa para prestar esclarecimentos sobre as ocorrências. No último dia 4, os Correios reconheceram a necessidade de reforçar as equipes de distribuição
Compartilhar

Atualizado às 17 horas 
 
A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios) foi notificada pelo Procon Fortaleza, nesta segunda-feira, 18, para prestar esclarecimentos sobre atraso e extravio de correspondências. A notificação foi feita após denúncias de consumidores que relataram demora de mais de 30 dias acima do prazo esperado. A investigação pode resultar em multa de até R$ 11 milhões.
 
Conforme o órgão de defesa do consumidor, também houve queixas de que o prazo do serviço Sedex, que promete envio mais rápido que o normal, não foi cumprido. Outra crítica forte é ao Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da empresa. Denúncias apontam descaso no acompanhamento das reclamações.
 
A diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, explica que o consumidor não pode ser penalizado com o pagamento de juros e multas de boletos bancários entregues com atraso pelos Correios. "A responsabilidade pela demora de correspondência não é do consumidor que, inclusive, paga pela promessa de um serviço eficiente com qualidade e rapidez na entrega", afirma.
 
Cláudia Santos lembra ainda que se consumidor pagar o boleto entregue com atraso, com juros e multas, é possível pedir a devolução do valor nos órgãos de defesa do consumidor.
 
A assessoria de imprensa dos Correios confirmou o recebimento da notificação do Procon Fortaleza e informou que a situação será analisada. Em nota, a empresa afirma que adotou medidas como a "realização de horas extras durante a semana e de trabalhos de distribuição aos sábados, além do uso de empregados da área administrativa em atividades operacionais".
 
Os Correios orientam aos consumidores, em caso de atraso, a acionar os canais de atendimento disponibilizados pela empresa para realizar o rastreamento de objetos registrados, a exemplo das encomendas, e efetuar reclamações. É possível entrar em contato pelo telefone 0800 725-0100 ou o pelo site.
 
"Os Correios mantêm parceria com a Polícia Federal e outros órgãos de segurança para prevenir crimes. A estatal também dispõe de um setor específico para monitoramento de riscos e planejamento de estratégias de segurança", conclui a empresa em nota.
 
Ocorrências 
 
No último dia 4, os Correios reconheceram os atrasos nas entregas e a necessidade de reforçar as equipes de distribuição. A empresa afirmou ter contratado 60 profissionais para atuar nas entregas em Fortaleza, além de realizar hora extra, entrega aos sábados, mutirões e uso de empregados da área administrativa na parte operacional.
 
No último sábado, 16, O POVO Online denunciou que uma mulher recebeu pedras no lugar de um celular e quantia em dinheiro. A empresa se comprometeu a restituir os valores pagos no serviço de entrega caso confirmado o extravio. 
 
Saiba mais
 
Atraso ou extravio de licenciamento de veículo, carteira de motorista, boletos bancários, cartões de crédito e guias para pagamento de impostos foram algumas das reclamações dos consumidores contra os Correios.

Atendimento 
 
Registre reclamações pela Internet, por meio da opção acesse os nossos serviços. Depois, é só clicar em Defesa do Consumidor e Denúncia virtual ou Reclamação virtual.

É possível abrir reclamações nas unidades físicas do Procon Centro (Rua Major Facundo, 869); ou no Procon Vapt Vupt Messejana (Avenida Jornalista Tomaz Coelho, 602), ao lado do Terminal de Ônibus de Messejana.

Mais informações pela Central de Atendimento 151 no horário comercial.
 
Redação O POVO Online

Compartilhar
espaço do leitor
aloisio dias 19/07/2016 10:20
CTCE Fortaleza não é NADA comparado ao BURACO NEGRO do CTE Benfica no Rio de Janeiro, o PIOR CORREIO DO BRASIL!
Eduardo Barros Leal 19/07/2016 09:27
Está se tornando inviável comprar pela Internet, os Correios não cumpre sua parte.
Paulinho Santos 18/07/2016 20:47
O jornal o Povo deveria perguntar para a estatal por que 35% dos carteiros estão desviados de seus cargos para o exercício de funções de confiança? Assim o povo seria melhor esclarecido sobre os reais motivos dos atrasos. PAGAR HORAS EXTRAS? Combater o desvio de cargos nada....nada....é muito difícil?
GLAUDENIO 18/07/2016 19:38
Os orgão superiores deveriam sim, eram dar o apoio aos correios e convocar os aprovados nos últimos concurso que ocorreu para preencher vagas operacionais. Pois por mais tecnologia que exista a ação operacional do bom e venho "ser humano" faz-se necessário nesta atividade. Ou encomenda anda sozinha ?!
Alexandre 18/07/2016 18:25
Mais uma estatal que o PT destruiu!!!!!!!
Ver mais comentários
6
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

O POVO Online

Participe desta conversa com @opovoonline

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Economia

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Instagram (API-USER)

Erro: 'data'
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google

O POVO Economia