Conheças nossos combos e pacotes promocionais!

CLIQUE E CONFIRA
2016 11/07/2016 - 11h20

Demanda do consumidor por crédito cresce 3,2% no primeiro semestre

Resultado foi mais fraco do que o do primeiro semestre do ano passado
Compartilhar

Em junho deste ano, a quantidade de pessoas que buscou crédito cresceu 2,1% em relação ao mês anterior. Com este resultado, a demanda do consumidor por crédito fechou o primeiro semestre de 2016 com alta de 3,2% em relação ao primeiro semestre do ano passado. As informações são do Indicador Serasa Experian.

Apesar de positiva, a alta de 3,2% da demanda denota um enfraquecimento, já que o crescimento registrado no primeiro semestre do ano passado havia sido de 4,8%. Os juros altos, o aumento do desemprego e a confiança deprimida dos consumidores diminuiu o ímpeto dos consumidores a procurar crédito neste primeiro semestre de 2016.


Análise por classe de renda pessoal mensal
Na comparação com maio deste ano, a alta na demanda do consumidor por crédito em junho foi de 1,6% tanto para os que ganham até R$ 500 mensais, quanto para os que recebem entre R$ 500 e R$ 1.000 por mês. Para as demais faixas de renda, os avanços em junho/16 foram de: 2,4% para renda entre R$ 1.000 e R$ 2.000; 2,9% para a faixa de R$ 2.000 a R$ 5.000 mensais; 3,5% para os que recebem entre R$ 5.000 e R$ 10.000 por mês; e 3,0% para aqueles que ganham mais de R$ 10.000 mensais.

No primeiro semestre de 2016, com exceção da faixa de menor renda (com queda de 0,7%), a busca do consumidor por crédito subiu em todas as demais faixas de renda em relação ao mesmo período de 2015: consumidores com renda mensal entre R$ 500 e R$ 1.000 (2,7%); renda mensal entre R$ 1.000 e R$ 2.000 (4,1%); renda mensal entre R$ 2.000 e R$ 5.000 (4,5%); renda mensal entre R$ 5.000 e R$ 10.000 (4,6%) e renda mensal maior que R$ 10.000 (4,1%).

Análise por região
Em junho, quando comparado com maio, com exceção do Centro-Oeste que registrou queda de 0,2%, houve crescimentos na procura do consumidor por crédito nas demais regiões do país: Norte (1,6%); Nordeste (1,4%); Sul (4,9%); Sudeste (1,9%).

No primeiro semestre de 2016, a demanda do consumidor por crédito avançou 5,7% na Região Sul, 4,4% no Sudeste e 3,7% no Centro-Oeste. Na direção contrária estão as regiões Norte e Nordeste com quedas acumuladas de 2,4% e 0,9% no primeiro semestre de 2016 na comparação com o período de janeiro a junho do ano passado.

Redação O POVO Online

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

O POVO Online

Participe desta conversa com @opovoonline

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Economia

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Instagram (API-USER)

Erro: 'data'
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google

O POVO Economia