Conheças nossos combos e pacotes promocionais!

CLIQUE E CONFIRA
concurso 22/06/2016 - 10h51

Quina de São João pode pagar cerca R$ 140 milhões em prêmio

O sorteio está previsto para as 20 horas desta sexta, 24, e será realizado no Parque do Povo, em Campina Grande (PB)
Compartilhar


Com sorteio marcado para esta sexta-feira, 24, a Quina de São João premiará cerca de R$ 140 milhões o vencedor. As apostas podem ser feitas até as 19 horas, no valor de R$ 1,50 para cinco números. O sorteio está previsto para as 20 horas e será realizado no Parque do Povo, em Campina Grande (PB).

Em 2015, Caixa Econômica Federal pagou cerca de R$ 129 milhões aos nove ganhadores; cada um recebeu R$ 14.406.883,11.

Segundo a Caixa, se um apostador levar o prêmio sozinho e aplicá-lo na poupança, ele receberá cerca de R$ 915 mil por mês em rendimentos. Há ainda a opção de adquirir 70 imóveis de R$ 2 milhões cada um ou uma frota de 215 carros esportivos de luxo.

Para jogar na quina, os participantes podem escolher de cinco a 15 números, entre os 80 disponíveis. O apostador que acertar cinco, quatro, três ou dois números, recebe o prêmio da respectiva faixa. Ao apostar, o cliente pode ainda optar pela Surpresinha, quando o sistema escolhe os números por ele, e ainda concorrer com o mesmo jogo por três, seis, 12, 18 ou 24 concursos consecutivos com a Teimosinha.

A Quina de São João não acumula e se não houver ganhadores na faixa principal o prêmio será dividido entre os acertadores da quadra e assim por diante.

Redação O POVO Online

Compartilhar

O POVO Online

Participe desta conversa com @opovoonline

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Economia

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Instagram (API-USER)

Erro: 'data'
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google

O POVO Economia