Conheças nossos combos e pacotes promocionais!

CLIQUE E CONFIRA
em maio 20/06/2016 - 14h59

Serasa Experian indica crescimento de 5% na demanda por crédito

Para os economistas da Serasa Experian, o crescimento da busca por crédito em maio foi estimulado pelo Dia das Mães
Compartilhar

A quantidade de pessoas que buscou crédito em maio cresceu 5% na comparação a abril e 2,1% na relação com o mesmo mês do ano passado, de acordo com o Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito, divulgado nesta segunda-feira, 20.

Segundo o indicador, entre janeiro e maio deste ano a demanda do consumidor por crédito cresceu 2,5% em relação ao mesmo período de 2015.

Para os economistas da Serasa Experian, o crescimento da busca por crédito em maio foi estimulado pelo Dia das Mães. No entanto, eles consideraram que o crescimento em relação a maio do ano passado foi pequeno por causa das condições mais restritivas para crédito este ano.

Por regiões

Em maio, houve crescimento na procura do consumidor por crédito em todas as regiões do país na comparação com abril. Na região Sudeste, a demanda por crédito cresceu 6,2%, enquanto no Nordeste, Centro-Oeste, Sul 2,8% e Norte a demanda registrou crescimento de 5,0%, 4,3%, 2,8% e 2,6%, respectivamente.

No acumulado dos primeiros cinco meses deste ano, as demandas dos consumidores por crédito avançaram 5,0% na Região Sul, 3,9% no Sudeste e 2,9% no Centro-Oeste, mas apresentaram quedas nas regiões Norte (-2,4%) e Nordeste (-2,5%).
Agência Brasil

> TAGS: maio crédito serasa
Compartilhar

O POVO Online

Participe desta conversa com @opovoonline

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Economia

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Instagram (API-USER)

Erro: 'data'
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google

O POVO Economia