Conheças nossos combos e pacotes promocionais!

CLIQUE E CONFIRA
Segundo Mdic 10/05/2016 - 09h42

Balança comercial do Ceará permanece com déficit em abril

O resultado representa o menor desde dezembro de 2014
Compartilhar

A balança comercial do Ceará apresentou o saldo negativo de US$ 21,1 milhões em abril. Em comparação ao mês de março, houve o déficit de 84%, quando obteve US$ 132,4 milhões  negativos, De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic).

 

O resultado demonstra que o Estado teve o menor déficit desde dezembro de 2014, quando a balança comercial estadual apresentou negativa de US$ 14,3 milhões.

As retrações contribuíram para o resultado negativo de abril.  As importações (US$ 97 milhões) obteve 54,1% a menos que no mês anterior. Já as exportações (US$ 75,8 milhões) também apresentou queda, porém em menor grau com 4,26% em comparação com março. Ao todo, a corrente mensal foi de US$ 172,9 milhões.

No acumulado do ano, o Ceará tem um total de US$ 313.664.837 em exportações diante  US$ 597.103.573 em itens importados. Dessa forma, o déficit de 2016 é de US$ 283.438.736 para um receita corrente de  US$ 910.768.410.

Em abril, o principal parceiro do Ceará nas exportações foi os Estados Unidos que compraram US$ 22,1 milhões. A China liderou e comercializou as impostações com US$ 15 milhões.

 

Redação O POVO Online

> TAGS: mdic
Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

O POVO Online

Participe desta conversa com @opovoonline

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Economia

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Instagram (API-USER)

Erro: 'data'
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google

O POVO Economia