Conheças nossos combos e pacotes promocionais!

CLIQUE E CONFIRA
Mercado aéreo 26/04/2016 - 12h36

Procura por voos domésticos diminui 7,3% em março

A oferta de assentos nos aviões apresentou retração de 7,5% na mesma base de comparação
Compartilhar

A procura por voos nacionais - domésticos - registrou queda de 7,3% no mês passado em todo o País. Isso se comparado ao mesmo período do ano passado. A oferta de assentos nos aviões apresentou retração de 7,5% na mesma base de comparação. Com isso, a taxa média de ocupação dos aviões ficou em 77,63%, um crescimento de 0,2 ponto percentual.

Em março, foram transportados 7,2 milhões de passageiros, uma diminuição de 6,6% na comparação com março de 2015. De janeiro a março, são 23,2 milhões de pessoas transportadas dentro do País, uma retração de 4,3% ante o mesmo período de 2015.

No primeiro trimestre de 2016, a demanda por voos domésticos acumula recuo de 4,8% com retração de 3,7% na oferta. Já a taxa média de aproveitamento dos aviões está em 79,98%.

No mercado internacional, a demanda entre as companhias aéreas brasileiras mostrou queda de 0,7%, em relação ao mesmo período do ano passado. A oferta também teve resultado negativo (3,5%), na mesma base de comparação. A taxa média de ocupação das aeronaves teve aumento de 2,2 pontos percentuais, ao se situar em 78,37%.

Redação O POVO Online

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

O POVO Online

Participe desta conversa com @opovoonline

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Economia

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Instagram (API-USER)

Erro: 'data'
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Economia

Powered by Feedburner/Google

O POVO Economia