FNT 27/06/2016 - 17h35

23º Festival Nordestino de Teatro acontecerá em Guaramiranga

O evento acontece de 3 a 10 de setembro deste ano. Foram 83 espetáculos inscritos por 73 grupos dos nove estados da região e a curadoria selecionou 12, dos quais, nove para compor a mostra e três como suplentes
notícia 0 comentários
Divulgação
O melhor espetáculo eleito pelo público ganha o Troféu Beija-Flor e prêmio de R$ 5 mil

A cena teatral do Nordeste estará representada no 23° Festival Nordestino de Teatro (FNT), que acontece em Guaramiranga de 3 a 10 de setembro deste ano. Foram 83 espetáculos inscritos por 73 grupos dos nove estados da região e a curadoria selecionou 12, dos quais, nove para compor a mostra e três como suplentes. A Mostra Nordeste não é competitiva, mas o melhor espetáculo eleito pelo público ganha o Troféu Beija-Flor e prêmio de R$ 5 mil.

Foram selecionados para a Mostra Nordeste (em ordem alfabética):

Caetana - Duas Companhias (PE)
Exercício sobre Medeia - Coletivo Piauhy Estúdio das Artes (PI)
Interior - Grupo Bagaceira de Teatro (CE)
Memórias de um cão - Coletivo de Teatro Alfenim (PB)
Nada como quando começou - No barraco da Constância tem! (CE)
O segredo da Arca de Trancoso - Grupo Vilavox (BA)
Para uma avenca partindo - Teatro do Redentor (MA)
Senhora dos restos - Cia. Dicuri (SE)
Todo camburão tem um pouco de navio negreiro - Associação Artística Nóis de Teatro (CE)
Suplentes:
A casa - Blitz Intervenções (CE), Estação dos contos - Grupo Estação Teatro (RN) e O Castelo da torre - Vilavox (BA).

A comissão de seleção da Mostra Nordeste foi composta por Neidinha Castelo Branco (CE), professora do Curso de Princípios Básicos de Teatro do Theatro José de Alencar (CE), Marcelo Bones (MG), ator, diretor e membro da Rede de Festivais de Teatro do Brasil, e o ator e jornalista Ari Areia (CE).

Os Espetáculos

Caetana
Um espetáculo de Moncho Rodriguez com Lívia Falcão e Fabiana Pirro, da pernambucana Duas Companhias. Há 12 anos em cartaz a peça já teve mais de 300 apresentações e foi vista por mais de 80 mil espectadores. Em 2005 Caetana recebeu seis dos dez prêmios do Janeiro de Grandes Espetáculos, em Recife: melhor atriz, atriz coadjuvante, produção, figurino, maquiagem e prêmio especial de dramaturgia.

Exercício sobre Medeia
A tragédia de Eurípedes volta à cena do FNT, dessa vez com o Coletivo Piauhy Estúdio das Artes. No palco, a premiada atriz Silmara Silva, uma das mais festejadas da nova geração do Teatro Brasileiro de Expressão Piauiense. Ela e o diretor, Adriano Abreu, assinam a adaptação dramatúrgica, livremente inspirada na tragédia grega Medeia, a partir de textos originais de Cecília Meireles, Chico Buarque e Paulo Pontes, do Ritual de Invocação de Hécate e de Silmara Silva.

Interior
Um espetáculo irreverente e ao mesmo tempo singelo. Cheio de afeto, que nem o bolo das avós. Assim o Grupo Bagaceira de Teatro define Interior, com a direção de Yuri Yamamoto. No ano da estreia ganhou os prêmios de Melhor Espetáculo e Melhor Atriz (Tatiana Amorim) no Destaques do Ano 2013.

Memórias de um cão
Este é o novo espetáculo do Coletivo de Teatro Alfenim, da Paraíba, baseado na obra de Machado de Assis. A história do grupo, com quase dez anos de atuação, passa também pela história do FNT, onde já apresentou todas as peças do repertório: Quebra-Quilos, Milagre Brasileiro, O Deus da Fortuna, a intervenção Histórias de Sem Réis e o monólogo Brevidades, com a atriz Zezita Matos, que integra o elenco de Memórias de um cão. Márcio Marciano assina a dramaturgia e direção do espetáculo.

Nada como quando começou
Trabalho do grupo No barraco da Constância tem! (CE) resultante de um projeto de investigação dramatúrgica realizado em 2014 no Laboratório de Pesquisa Teatral do Porto Iracema das Artes. A direção é coletiva, assinada pelo grupo.

O segredo da Arca de Trancoso
O grupo baiano Vilavox apresenta este espetáculo de rua inspirado nos contos orais do Nordeste. Em 2012 estreou internacionalmente com apresentando-se para mais de 1000 espectadores do Sommerwerft Theater Festival, em Frankfurt, na Alemanha. Contemplado pelo Prêmio Myriam Muniz, em 2013 circulou na Bahia, Sergipe e Alagoas. Em 2013, recebeu o Prêmio Braskem de Teatro como Melhor espetáculo Infanto-Juvenil de 2012.

Para uma avenca partindo
O texto de Caio Fernando Abreu ganhou esta adaptação de Josué Redentor, que divide o palco com o pianista Evgeny Itskovich. A montagem é do grupo maranhense Teatro do Redentor, sob a direção de Áurea Maranhão.

Senhora dos restos
A peça da Dicuri Produções é um monólogo encenado pela atriz Isabel Santos, um dos mais importantes nomes da cena teatral sergipana. São quase 40 anos de carreira, 33 dos quais junto ao Grupo Imbuaça, onde permaneceu até 2013. Senhora dos Restos - texto de Euler Lopes com direção de Iradilson Bispo - propõe uma reflexão sobre o mundo dos "invisíveis", os moradores de rua, com suas angústias, medos, mortes e luta pela sobrevivência.

Todo camburão tem um pouco de navio negreiro
O espetáculo do cearense Nóis de Teatro foi vencedor do Prêmio Funarte de Arte Negra. É uma "tragédia afro" com elementos alegóricos e representativos do universo do movimento negro no Brasil, em reverência e referência direta à mitologia dos Orixás.

Serviço
23º Festival Nordestino de Teatro (FNT)
De 3 a 10 de setembro de 2016 em Guaramiranga, Ceará. Informações: (85)3321-1405, fnt@agua.art.br. www.agua.art.br. Facebook: fntguaramirang. 

 

Redação O POVO Online

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Divirta-se

  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Divirta-se

Powered by Feedburner/Google