CLÁSSICO DA MÚSICA BRASILEIRA 17/02/2016 - 20h39

Disco 'Alucinação', de Belchior, completa 40 anos

Álbum reuniu grandes sucessos da carreira do músico e poeta sobralense, como "Apenas um rapaz latino-americano", "Velha roupa colorida", "Como nossos pais" e "A palo seco"
notícia 3 comentários
DIVULGAÇÃO
Segundo álbum da carreira de Belchior tem dez faixas

O álbum "Alucinação", do cearense Belchior, completa 40 anos neste ano. Considerado um clássico da música brasileira, o segundo trabalho da carreira do músico e poeta de Sobral reuniu grandes sucessos, como "Apenas um rapaz latino-americano", "Velha roupa colorida", "Como nossos pais" e “A palo seco".

Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes, 69 anos, ganhou projeção na música na década de 70. Para alcançar o sucesso nos palcos, o "latino-americano" precisou largar o curso de Medicina para se dedicar à música.

 

+ Relembre entrevista do artista ao O POVO

Foi na "Alucinação" do sobralense que ele consolidou a carreira e se colocou entre os grandes nomes da música brasileira. As dez faixas do disco tiveram o selo da antiga gravadora Philips, que dominava o setor nos anos 70. A gravação do CD ocorreu em fevereiro, mas apenas em abril o disco foi lançado, devido ao processo de liberação pela censura.

Inicialmente, o cearense enviara 15 músicas para a liberação do trabalho. Porém, 12 foram aprovadas e três retidas. Dessas três, duas foram aprovadas com cortes nas letras (“Rapaz latino-americano” e “Não cante vitória muito cedo”). Em abril, o álbum chegou ao mercado com dez canções.

O trabalho de Belchior em "Alucinação" ganhou ainda mais destaque com a gravação de gravou duas canções do disco por Elis Regina. As músicas "Velha Roupa Colorida" e "Como Nossos Pais" ganharam interpretações marcantes da cantora.

Em 2012, o segundo disco de Belchior ganhou a enquete sobre qual o melhor disco cearense de todos os tempos, promovida pelo caderno Vida & Arte e pelo portal O POVO Online, com votação da crítica especializada e do público. O álbum superou "Raimundo Fagner", lançado por Fagner também em 1976; e "O Romance do Pavão Mysteriozo", de Ednardo.


Bloco em homenagem a Belchior
No ano em que o álbum de Belchior completa 40 anos, um bloco em homenagem ao cantor estreou no Carnaval de Fortaleza e reuniu centenas de fãs. Com o slogan "Pelo direito de desaparecer", "Os Belchior" resgataram composições do músico que, mesmo desaparecido há anos, tem suas canções entoadas por todo o País.

 

Redação O POVO Online

espaço do leitor
Valdemir 09/05/2016 07:56
Eu me lembro perfeitamente de uma crítica publicada em jornal no lançamento desse disco, na qual o crítico dizia: antes de ouvir, LEIA o disco. Santo conselho. Realmente, ler o encarte com as letras limpou da minha cabeça todo e qualquer preconceito que eu pudesse ter ao escutar aquela voz "diferente", que poderia distrair minha atenção da beleza daquelas letras. Um disco OBRIGATÓRIO, simplesmente uma obra de arte para os ouvidos deste músico paulista (eu).
RICARDO CUNHA 19/02/2016 08:07
Alguém sabe informar a data exata do lançamento do Disco Alucinação, de Belchior?
valdemir tomé 18/02/2016 07:27
apesar de estar recluso, Belchior eo grande nome da musica cearence, pensador e deverá ficar sumido pois quem pensa não aguenta tanta mediocridade desta musica basileira, tenho orgulho rm ser fan de benchior.
3
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

repórter entre linhas

Anterior 1 Próxima

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Divirta-se

  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Divirta-se

Powered by Feedburner/Google