Mobile RSS

rss
Assine Já
Mercado & Negócios 30/05/2012

Negociação da dívida dos estados

notícia 0 comentários
Compartilhar


Está nas mãos do ministro Guido Mantega (foto) a decisão sobre as mudanças nos indexadores de negociação das dívidas dos estados. O documento elaborado pelo grupo de trabalho da Câmara dos Deputados, batizado de “Carta de Brasília”, estabelece mudanças na lei de responsabilidade fiscal para flexibilizar as negociações entre os estados e a União.


A “Carta de Brasília” está sendo avaliada pelo Ministério da Fazenda, que estabeleceu um prazo até hoje para se pronunciar sobre o assunto. Os deputados argumentam que o país vive um novo momento econômico e, por essa razão, são necessárias mudanças nos indexadores de correção das dívidas.


Hoje, os débitos dos estados com a União somam cerca de R$ 370 bilhões. Um valor que passa para algo em torno de 429 bilhões se for incluído o passivo dos municípios. As dívidas são atualizadas monetariamente pela variação do IGP-DI com uma taxa de juros de 6% a 9%, dependendo do estado.


A proposta apresentada na “Carta de Brasília” fixa como indexador o IPCA mais 2%. O deputado Danilo Forte, representante do PMDB no grupo de trabalho, explica a proposta inclui ainda a criação de um fundo para a infraestrutura, onde 50% do que for pago será destinado para investimentos, inclusive em PPPs (Parcerias Público Privada) para a realização de obras. Na agenda de trabalho da Câmara, foi fixado um prazo até o dia 30 de junho para a votação da proposta.


DINHEIRO PARA O BANCO DO NORDESTE

O deputado Danilo Forte (PMDB/CE), que também é relator da Medida Provisória 564, do Plano Brasil Maior, explica que as grandes questões nesse momento consistem na ampliação de crédito e no prolongamento dos incentivos fiscais até 2018. O parlamenta afirma que existe a expectativa de alargamento do crédito do banco do Nordeste até 2020, quando deve chegar a um total de R$ 25 bilhões. No caso dos incentivos, ele destaca que depende da aprovação do prolongamento dos benefícios a atração de novas empresas para o Nordeste.

Segundo o deputado, hoje o Banco do Nordeste tem dificuldades para liberar os R$ 2 bilhões de financiamento para a instalação da Fiat em Pernambuco. Além disso, a região amarga problemas para a liberação de recursos para obras como a Transnordestina.


MERCADO DE CRÉDITO

O boletim Focus, uma sondagem feita pelo Banco Central com mais de 100 instituições, mostra que o crédito cresceu e os juros e os spreads diminuíram no País. Esse comportamento do mercado será acompanhado pela subcomissão da Câmara, que promete analisar os aumentos das tarifas bancárias. A subcomissão, presidida pelo deputado Chico Lopes (PCdoB/CE), terá reunião hoje.

JUROS DE 8,5%

No boletim semanal da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), a instituição coloca como destaque a aposta do setor numa redução de 0,5 ponto percentual dos juros básicos da economia. Ou seja: o setor acredita que o Copom deixará a Selic com um índice de 8,5%.

 

COMEMORAÇÃO DA TUPPERWARE

A Distribuição Ciranda vai realizar o “Rally de Aniversário 36 anos no Brasil” no próximo sábado. Trata-se de uma ação pelos 36 anos da presença da Tupperware no país. Como parte das comemorações, a Distribuidora está trazendo o apresentador de tv Edu Guedes, que assina uma linha de produtos para a Tupperware. O evento conta também com show da banda Baby Dolls.

BSPAR INVESTE NO MERCADO POTIGUAR

A BSPAR Incorporações está investindo no fortalecimento do mercado no Rio Grande do Norte. A empresa está apoiando o calendário de atividades da Comunidade da Construção no estado vizinho. A Comunidade é um movimento nacional que busca integrar a cadeia produtiva do setor, além de fomentar boas práticas e melhorar o desempenho dos sistemas construtivos. O calendário de atividades começa amanhã, em Natal, com o seminário “Soluções para habitação – Sistemas construtivos à base de cimento”.

 

Rádio
Hoje, Mercado & Negócios da Rádio O POVO/CBN (AM 1010) a partir das 14 horas. Destaque para o quadro “Atacado e Varejo”, com Eliomar de Lima

Neila Fontenele neilafontenele@opovo.com.br
Compartilhar
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor no:
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.

o povo economia

RSS

o povo economia

Neila Fontenele

Atualização: Terça-feira a Sábado

Newsletter

Receba as notícias da Coluna Abidoral

Powered by Feedburner/Google

Mais comentadas

anterior

próxima

Mobile RSS

rss Assine Já